Cursos de Mestrado em Moçambique

Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento

Curso de Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento

Instituição e Local do Ensino: UCM

Grau académico: Mestrado

Título Profissional: Mestre em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento

Duração: 1 Ano e Meio

Apresentação do Curso

O curso de Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento rege-se pela Lei nº 27/2009, de 29 de Setembro, sobre o Ensino Superior, publicada no Boletim da República I Série, Número 38; pelos Estatutos da Universidade Católica de Moçambique e pelo Regulamento em vigor na Faculdade de Educação e Comunicação.

As transformações que se têm vindo a efectuar no nosso país, tanto a nível político e cultural como social e económico, conduziram à promoção do desenvolvimento social, cultural e económico da população. Todavia, uma grande parte da população moçambicana ainda permanece sem saber ler nem escrever. Este elevado índice de analfabetismo, aliado à diversidade cultural do nosso país, tem contribuido para o desaparecimento de parte do nosso património cultural.

Uma das formas de lutar contra este mal social é formar profissionais dinâmicos, flexíveis e inovadores, que tenham conhecimento da nossa diversidade cultural, e percebam as interligações entre os diversos aspectos da vida social e cultural, os sistemas de crenças e os comportamentos individuais; e reflictam criticamente sobre os problemas da sociedade.

É nesta perspectiva que a Faculdade de Educação e Comunicação desenhou o Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento. O Curso pretende habilitar os estudantes, teórica e praticamente, de técnicas e métodos apropriados à concepção de estratégias que solucionem os problemas concretos e práticos das comunidades.

Perfil

O graduado em Antropologia aplicada ao Desenvolvimento é um profissional capaz de responder aos problemas da comunidade de forma dinâmica e criativa, identificando a influência de factores exógenos no desenvolvimento local e concebendo projectos e actividades culturais. Também está apto a actuar nas comunidades locais, contribuindo para a preservação da cultura e identidade nacional.

Como pesquisador, analisa as relações culturais e de cooperação e promove e divulga pesquisas, com o fim de melhorar a qualidade de vida das comunidades.

Como profissional, deverá desenvolver o conhecimento dos valores culturais das diferentes sociedades do mundo e do país, através do estudo dos diversos contextos etnográficos, rurais e urbanos, e da tomada de consciência das questões éticas das realidades sociais.

O público-alvo do Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento são profissionais licenciados ou graduados em Ciências Sociais que trabalham nas áreas antropológicas e de desenvolvimento, nas organizações governamentais e não governamentais.

Competências

O mestre em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento deve reunir, no final do curso, as seguintes competências:

  • Conhecer as teorias e métodos da antropologia aplicada ao desenvolvimento;
  • Conhecer as teorias e modelos do desenvolvimento local e regional;
  • Desenhar projectos de preservação e divulgação da cultura moçambicana;
  • Desenhar, implementar, monitorar e avaliar iniciativas e projectos de intervenção nas comunidades e nas várias instituições de promoção do desenvolvimento local;
  • Desenvolver pesquisas e trabalho de campo relevante, na busca de soluções para os problemas práticos de natureza social, económica e cultural;
  • Ser capaz de intervir nas comunidades de forma íntegra e ética;
  • Ser um profissional capaz de contribuir para a mudança e o desenvolvimento social e cultural das comunidades;
  • Ter capacidade científica e técnica especializada para colaborar na elaboração de instrumentos de desenvolvimento e preservação da cultura a serem usados no trabalho com as comunidades.

Saídas Profissionais

O curso de Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento habilita o estudante a trabalhar em:

  • Centros de estudo de desenvolvimento regional e local;
  • Instituições de pesquisa para a promoção do desenvolvimento distrital e local;
  • Instituições governamentais viradas para o desenvolvimento da comunidade;
  • Município e governos distritais;
  • Museus e instituições de investigação relacionados com a Cultura;
  • ONG’s viradas para o desenvolvimento cultural das comunidades;
  • Organizações económicas de desenvolvimento (OECD) e Agências de desenvolvimento local (ADEL);
  • Organizações internacionais e de cooperação;
  • Projectos de intervenção comunitária.

Plano Curricular

Para completar a parte académica do 2.º Ciclo de três semestres (Mestrado), o estudante deve acumular 90 créditos académicos, dos quais 60 créditos em disciplinas curriculares e 30 créditos no trabalho de fim do curso (Seminário: Dissertação).

2 thoughts on “Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento

  • Lourinho José Engenheiro

    Boa tarde. Gostaria de saber em que província ou distrito onde é ministrado o curso de Mestrado em Antropologia Aplicada ao Desenvolvimento.

    Reply
  • Evace Ernesto Suite

    Como efectuar inscrição e será que é
    um curso a distância? Interessado para 2023.

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Preserve os direitos do autor. !!